O Fim, e derivado: um anais. 

No início, nenhum de nós esperava isso, ninguém antecipava aquela química, dependência, a amizade…

O que dói mais nesta história é o fim, afinal a nossa história já tinha um destino. 

Todas as histórias que surgem do nada, acabam em nada. É uma pena, porque por um instante, um segundo eu esperava algo mais. Eu quis mais, eu sonhei mais, acreditei mais, mas tudo acabou em menos. 

Tudo aconteceu subitamente- as conversas, o diálogo, a confiança, os segredos partilhados , as experiências contadas, as desilusões vividas. 

Foi intenso, cada momento- todas elas estarão sempre aqui, na terra, no ar, nos pensamentos, no coração. Em nós…

Um ser humano genuíno, caloroso. Diferente das outras vezes, desta história eu guardo muita coisa, coisas boas apenas. Inigualáveis. 

O fim também foi súbito, mas quem sabe talvez seja melhor assim? 

Histórias sem fim deixam espaço para imaginação, mistério- continuidade…

Quem sabe algum dia eu ainda volte aqui com uma nova versão de eventos, quem sabe? 

Até lá… 
Ficamos assim. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s