Já era, já deu. 

Disseste me que eu era tudo, o teu mundo. A tua mulher, a única mulher. No fim ofereceste m uma caixinha linda cheia de palavras sem acções, promessas vazias, insegurança e ressentimento.

Sempre reclamaste da minha frieza, mas era tudo que eu podia dar t, foste incapaz de reconhecer o amor que sentia por ti. 

Havia dúvidas , muitas delas más optei pela ignorância e caí profundamente , mergulhei no nosso ‘amor’.

 E este foi o resultado, traumatismo craniano: fruto de mergulho profundo em pessoas rasas…

Tudo acabou do mesmo jeito que começou: do nada, mas podes crer q tudo q eu disse-lhe algum dia era verdade…a mais pura verdade, resta saber se era o teu caso também.  

Sinceramente? Acredito q não. Mas deixa ta , certas palavras são melhores não ditas pois a ignorância é uma benção. 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s